Avaliação física é vital no alcance de metas

158

Academias, parques, clubes e muitos outros ambientes para se exercitar, estão cada vez mais frequentáveis. Há muitas opções de métodos e lugares para a realização de atividade física. Mas, uma pergunta deve ser levantada: como eu devo ingressar em uma rotina de exercícios físicos?

Segundo o educador físico Otacílio Netto, da academia Biolive, quando se fala em treinamento, muitos pontos devem ser levados em consideração, e um muito importante é se o indivíduo realizou uma avaliação física adequada para traçar suas metas e objetivos. “Observações e restrições de cunho articular e muscular, indícios hereditários de doenças como diabetes e hipertensão arterial, entre outras coisas, podem ser identificadas nessa avaliação”, diz.

O profissional explica que uma avaliação física bem elaborada e direcionada, além de auxiliar o educador físico, que vai estar responsável por acompanhar aquela pessoa em todo o processo de treino, também vai deixar o indivíduo mais inteirado de possíveis informações que antes pareciam encobertas.

“Medidas como dobras cutâneas e circunferência de algumas áreas do corpo são tiradas, e o avaliador também pode avaliar movimentos que vão dizer se a pessoa está apta ou não para a realização de alguns exercícios. A avaliação postural, muito requisitada em diversas academias, é outra fonte de dados que vai auxiliar na prescrição dos treinos a fim de manter a integridade física do indivíduo”, expõe.

Ainda conforme ressalta Otacílio, é muito importante que a avaliação física seja feita por um profissional capacitado e devidamente registrado no Conselho Regional de Educação Física (CREF). Além disso, recomenda-se que a pessoa faça revisões periódicas dessas avaliações, para que os dados sejam constantemente atualizados. “Assim, seu plano de treinamento não corre o risco de estagnar e sua saúde entrará em um patamar mais elevado”, afirma.



Editora da revista Viver!, uma das mais importantes revistas de saúde do país. A publicação Sul capixaba circula mensalmente há mais de 17 anos.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *