Comerciante elimina 27 quilos em seis meses e muda de vida

188
Fernando Humberto Maitam, 57, comerciante

Descontrole, compulsão alimentar noturna e sedentarismo me levaram à obesidade.

Quando estava acima do peso, eu sentia muito cansaço, falta de ar, não tinha disposição e ânimo para nada. Tinha dificuldades de subir as escadas para chegar ao meu apartamento, no segundo andar. Quando terminava de subir as escadas, estava “morto de cansaço”.

Minha saúde foi extremamente afetada pelo sobrepeso. Fui parar diversas vezes no hospital por causa de pressão alta e arritmia cardíaca. A última vez em que isso aconteceu, em abril de 2018 – por causa da arritmia cardíaca, que chegou a 286 – fez com que eu mudasse meus hábitos.

Ao procurar um cardiologista fui alertado que meu estado de saúde era como uma “bomba relógio” e que um acompanhamento nutricional me ajudaria. Procurei uma nutricionista, que me ajudou a mudar de vida e eliminar os quilos extras. Tive dificuldades nessa trajetória, não foi fácil abrir mão dos velhos hábitos alimentares, mas com muito foco, determinação e auxílio da nutricionista, eu consegui!

O processo de emagrecimento foi rápido – praticamente 27 quilos em seis meses. Tudo mudou na minha vida alimentação: cortei o açúcar, passei a ingerir mais frutas, verduras e legumes e dei preferência a carnes brancas e peixe. A atividade física passou a ser algo prazeroso. Todos os dias, após chegar do trabalho, faço uma hora e meia de exercícios físicos em minha própria residência.

Minha saúde melhorou muito, minhas taxas estão controladas. Minha autoestima e bom humor também melhoraram. Para manter os resultados continuo o acompanhamento nutricional, a dieta e a prática dos exercícios físicos. Você que precisa chegar ao peso ideal, além de ter foco e persistência, recomendo procurar um nutricionista, ele saberá avaliar suas necessidades.

Altura: 1,82

Peso anterior: 114,700 kg

Peso atual: 88 kg

Perda total: 26,7 kg

O que diz a especialista

“A dieta do Fernando baseou-se em um cardápio hipocalórico, ou seja, com baixo teor de calorias e a utilização estratégica de fitoterápicos que acelerassem a sua perda de gordura sem que alterasse sua pressão arterial, já que ele possui hipertensão.  Além da diminuição de calorias, esse cardápio foi equilibrado de acordo com altura e peso do paciente e não deixou de lado a ingestão de carboidratos, proteínas, lipídeos, vitaminas e minerais, consumidos em quantidades ideais, ou seja, nada exagerado. Importante lembrar que essa dieta exigiu paciência, força de vontade e disciplina, pois a intenção era que o paciente emagrecesse de forma saudável e gradual”.

– Sara Zambom, nutricionista.

Foto: Erika Medeiros



A revista Viver! é publicada mensalmente há mais de 17 anos com circulação no Espírito Santo. Trata-se de uma das mais importantes revistas de saúde do Brasil, com centenas de especialistas em prol do dilema "Informação que faz bem".


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *