Conheça os benefícios e as indicações da Terapia Floral

558
Foto: Erika Medeiros

Desenvolvida na década de 1930 pelo médico inglês Edward Bach, a Terapia Floral tem seu uso reconhecido em mais de 50 países. Foi aprovada pela OMS e, desde 1956, é considerada como terapia complementar. No Brasil, em 2018, foi incluída no Sistema Único de Saúde (SUS), uma vez que evidências científicas têm mostrado os benefícios do tratamento integrado entre medicina convencional e práticas integrativas e complementares.

De acordo com a Terapeuta Floral Sabrina Santana, uma essência floral é a impressão da força vital de uma flor, transferida e estabilizada em água pura. Não tem aroma, cheiro ou componente químico da planta. Em geral, são extratos líquidos sutis, de natureza vibracional, usualmente ingeridos por via oral, sendo usados para tratar profundas questões do bem-estar emocional, do desenvolvimento da alma e da saúde do corpo e mente.

“A Terapia Floral pode ser considerada parte do movimento holístico de saúde, que tem uma ampla gama de modalidades, tanto tradicionais quanto modernas. Tem como objetivo aliviar o sofrimento do homem, equilibrando suas emoções e auxiliando-o na busca da consciência, do autoconhecimento e da cura pessoal”, explica a profissional.

Além de ajudar no reconhecimento dos conflitos e limites e propiciar o indivíduo a alcançar as virtudes interiores, as essências florais facilitam a superação de problemas de caráter emocional, tais como: dificuldade de concentração e aprendizado, irritação, medos e fobias, traumas em geral, insônia, ansiedade e outros.

A Terapia Floral é indicada para todas as idades, inclusive para gestantes e bebês. Podem ser tomados por pessoas que fazem uso de remédios alopáticos ou homeopáticos, em tratamentos como quimioterapia e radioterapia. “Uma vez que têm natureza vibracional, não causam impacto direto na bioquímica do corpo, e também não geram dependência e/ou efeitos colaterais. No entanto, não são medicamentos, e não substituem a necessidade de cuidados médicos ou psicológicos”, ressalta Sabrina.

Sobre a profissional

Sabrina Santana, Terapeuta Floral, é capacitada em Sistema Florais de Bach (The International Training Programme) pela Healingherbs;

Sistema Florais da Califórnia (Flower Essence Practitioner Training) pela Flower Essence Society;

Sistema Florais de Saint Germain;

Participou do Seminário das Essências Florais Filhas de Gaia; Também é associada à Rioflor (Associação dos Terapeutas de Essências Florais do Rio de Janeiro).



Editora da revista Viver!, uma das mais importantes revistas de saúde do país. A publicação Sul capixaba circula mensalmente há mais de 17 anos.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *