Conheça os cuidados para cirurgias de catarata na clínica Cemes

37

Durante o período de isolamento social, evitar sair de casa sem necessidade é de suma importância. Mas existem situações que não podem ser deixadas para depois, como problemas graves de saúde ocular. Por isso, seguindo as recomendações do Ministério da Saúde e OMS, as clínicas oftalmológicas voltaram a funcionar mantendo diversos cuidados e restrições para preservar a saúde de funcionários e pacientes.

Segundo doutor Paulo Ney Viana Filho, oftalmologista da clínica Cemes, em Cachoeiro, a fim de retomar os atendimentos, as primeiras medidas foram reforçar os cuidados com a higiene como lavagem frequente das mãos, uso frequente de álcool 70% e utilização de EPI (equipamentos de proteção individual). Outro cuidado tomado na reabertura da clínica foi o espaçamento maior entre as cadeiras do consultório.

Além disso, pacientes que podem ir às consultas sozinhos devem dar preferência a isso. No caso de quem precisa ser acompanhado, deve levar apenas um acompanhante. As consultas, agendadas por telefone ou WhatsApp, são realizadas em horários intercalados sem marcação de retorno se não houver urgência. “Tais medidas têm o intuito de evitar a aglomeração no consultório”, explica o especialista.

A prioridade, no momento, é o atendimento a pacientes com casos mais urgentes como glaucoma e catarata. Nesses casos, conforme ressalta o oftalmologista, realizar uma avaliação e acompanhamento regular é fundamental. “Esses pacientes não devem deixar de ir ao consultório. Casos mais leves, como trocar os óculos sem muita urgência, pedimos para aguardar um pouco mais, para que não tenha movimentação excessiva na clínica”, expõe.

Em relação à cirurgia de catarata, a vantagem da Cemes é ter um centro cirúrgico próprio. Um andar inteiro do prédio é dedicado exclusivamente para cirurgia. Dessa forma, com os devidos cuidados, as cirurgias de catarata estão sendo realizadas a todo vapor. “Espaçamos bem os horários entre as cirurgias; temos uma estrutura bem ampla, então os pacientes não têm contato um com o outro. O centro cirúrgico é todo higienizado após cada cirurgia. Tudo isso deixa a gente mais confortável para continuar as cirurgias de catarata, que graças a Deus estão tendo ótimos resultados”, declara doutor Paulo.

 

#Vaipassar

“Acho que tudo na vida tem um propósito, nada acontece por acaso. Por mais que a gente fique questionando a Deus o porquê, para quê. Depois da tempestade, sempre vem a calmaria. Acho que essa pandemia vem para mostrar que o ser humano estava em um ritmo muito acelerado, pensando muito em dinheiro e trabalho e pouco na saúde. Vamos refletir sobre nossas prioridades: a oração, Deus e a saúde. Vai passar logo, vamos aprender muito com isso e ser extremamente mais felizes do que antes”.

– Dr. Paulo Ney Viana Filho.



Editora da revista Viver!, uma das mais importantes revistas de saúde do país. A publicação Sul capixaba circula mensalmente há mais de 17 anos.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *