Estimule os pequenos a criar bons hábitos de higiene dental

787

É na infância que as crianças assimilam os hábitos que vão permanecer o resto da sua vida. Dentre eles, está a higiene bucal, que precisa ser iniciada desde cedo. Sempre seguindo as orientações do odontopediatra e sendo realizada pelos pais ou responsáveis até próximo aos oito anos de idade. “Até esta faixa etária, em geral, a criança não possui habilidade motora para fazer os movimentos corretos durante o uso da escova e do fio dental e proporcionar um cuidado adequado aos dentes e tecidos bucais”, expõe a odontopediatra Patrícia Alochio.

Além disso, a quantidade do creme dental aplicada na escova deve ser supervisionada. A especialista explica que antes dos três anos é bastante natural a presença de choro. “É importante que os adultos não se desencorajem com a escovação. Aos poucos, cria-se uma rotina e tudo fica mais fácil. O ideal é que a criança tenha duas escovas, uma para os responsáveis escovarem e outra para ela brincar de escovar seus dentinhos”, orienta.

Apesar de ineficiente a escovação realizada pelos pequenos, a participação dos mesmos é uma forma eficaz de aprender e estimular o hábito – relata doutora Patrícia. Segundo a profissional, é preciso explicar às crianças sobre a importância de uma boca saudável e cheirosa, bem como fazer brincadeiras para tornar o momento da escovação divertido e prazeroso.

“Utilize brinquedos como modelo, coloque músicas e vídeos, utilize copinhos coloridos para enxaguar a boca e elogie sempre qualquer colaboração dos pequenos, ainda que singela. Quando a criança começar a realizar a escovação sozinha, não devemos esquecer que o envolvimento de um responsável na supervisão é indispensável”, aponta a odontopediatra.

Passar o fio dental geralmente exige mais coordenação motora, portanto, se necessário, permaneça auxiliando a criança nesta atividade. Vale lembrar que as visitas regulares ao odontopediatra devem ser iniciadas no primeiro ano de vida e que o profissional acompanhará o crescimento do seu filho acrescentando ou adaptando dicas aos pacientes e responsáveis dentro das necessidades individuais de cada um – explana a especialista.



A revista Viver! é publicada mensalmente há mais de 17 anos com circulação no Espírito Santo. Trata-se de uma das mais importantes revistas de saúde do Brasil, com centenas de especialistas em prol do dilema "Informação que faz bem".


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *