Gestantes precisam ter cuidados redobrados quanto a Covid

43

 

Algumas adaptações foram necessárias para retomar os atendimentos em consultório e hospitalares durante a pandemia Covid-19, e na ginecologia e obstetrícia não foi diferente. Doutora Rachel Dias Carneiro, ginecologista e obstetra que atua em consultório particular e hospitais de Cachoeiro, relata: “Precisamos fazer uso de máscara, touca e óculos de proteção na rotina diária”.

Além disso, a especialista ressalta a importância de orientar às pacientes da necessidade de usar máscara na rua. A medida vale para todas, mas principalmente as gestantes, consideradas atualmente grupo de risco. “Também são essenciais o uso de álcool 70% e a lavagem exaustiva das mãos, bem como a conscientização dos clientes para irem na consulta em casos de urgência, mantendo a rotina apenas do pré-natal”, orienta.

Ainda de acordo com doutora Rachel, é necessário e recomendado pela Febrasgo, que as gestantes continuem seu acompanhamento médico pré-natal, exames e ultrassonografias, nos períodos preconizados. “Pois dependem disso a saúde do bebê e da mãe”, enfatiza.

 

 

Foto por Erika Medeiros



Editora da revista Viver!, uma das mais importantes revistas de saúde do país. A publicação Sul capixaba circula mensalmente há mais de 17 anos.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *