Técnica Overdenture proporciona segurança e conforto

344
Foto: Erika Medeiros

A perda de um ou mais elementos dentários é algo bastante perturbador para os pacientes. Além de todas as dificuldades no que diz respeito a mastigação, fala, digestão dos alimentos – que é diretamente dependente de uma mastigação eficiente -, o problema causa um impacto negativo na autoestima dos pacientes, que prontamente deixam de sorrir e de se socializar.
Para reabilitação oral desses pacientes, o cirurgião dentista especialista em implantes dentários Edil Fraga explica que há muitas opções de tratamentos. “Uma delas é a prótese Overdenture, que apesar de ter sido desenvolvida há mais de duas décadas continua muito atual e eficiente para desenvolver o sonho dos meus pacientes”, ressalta.
A prótese Overdenture, ou sobredentadura, é uma prótese total, ou seja, desenvolvida para indivíduos desdentados totais. É removível e fixada, normalmente, em dois a quatro (variando de cada caso) implantes de titânio osseointegráveis na maxila (superior) ou mandíbula (inferior).
“Ela funciona como uma ‘dentadura’, porém, é fixada com barras e clipes, podendo ser usados também “orings” fixadores, proporcionando maior segurança, estabilidade e muito mais conforto aos pacientes. Normalmente é confeccionada em acrílico, mas em alguns casos específicos pode ser feita em porcelana”, relata doutor Edil.

Ainda conforme salienta o implantodontista, a escolha de determinado método depende do planejamento do especialista, baseando-se também nas condições de saúde geral, nas estruturas ósseas remanescentes e na qualidade gengival de cada paciente. “Geralmente, a Overdenture é indicada para pacientes que têm pouca estrutura óssea remanescente e que possuem, por exemplo, dificuldades de higienização, seja por problemas motores ou pelo avanço natural da idade”, diz. Entre as vantagens da prótese em questão, o odontólogo destaca as cirurgias menos invasivas, devido à possibilidade de instalar um menor número de implantes com tempos operatórios diminuídos, além dos custos menores que as demais opções de próteses fixas.

“A Overdenture permite melhor suporte aos tecidos moles (bochechas e lábios), favorecendo a estética e função, bem como facilita a higienização, já que permite ser removida pelo próprio paciente em casa ou trabalho, diferentemente das próteses fixas que só são removidas no consultório nas revisões periódicas”, argumenta doutor Edil. “Independentemente do tipo de prótese, os pacientes devem seguir à risca as orientações de higiene e realizar manutenções periódicas no consultório”, ressalta.



A revista Viver! é publicada mensalmente há mais de 17 anos com circulação no Espírito Santo. Trata-se de uma das mais importantes revistas de saúde do Brasil, com centenas de especialistas em prol do dilema "Informação que faz bem".


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *