UM SONHO, UMA REALIDADE – Homenagem ao Dr. Paulo Roberto Brunoro

107

Por Wagner Medeiros Junior

Superintendente do Hospital Evangélico de Cachoeiro de Itapemirim/ Economista e Especialista em Gestão de Saúde

Lembro-me perfeitamente que foi no início dos anos noventa, ainda no século passado, quando fui procurado pelo cirurgião Dr. Paulo Roberto Brunoro Costa – especialista na área de oncologia – com o desejo de realizar as suas quimioterapias no Hospital Evangélico de Cachoeiro de Itapemirim (HECI). Naquela época a Santa Casa de Misericórdia começava a vivenciar uma crise financeira sem precedentes, em razão de mudanças introduzidas pelo Sistema Único de Saúde, que reduziram o repasse de recursos significativamente para a entidade.

Não demorou, então, para que começássemos em uma pequena sala, no antigo ambulatório, as primeiras quimioterapias, sob a supervisão de Dr. Paulo Brunoro. Havia poucos anos que ele retornara a Cachoeiro de Itapemirim, depois de realizar a sua especialização em Cirurgia Oncológica no Hospital A.C. Camargo, da Fundação Antônio Prudente, em São Paulo – SP, que é um Centro de Referência reconhecido internacionalmente por vultosos trabalhos realizados nas áreas de ensino e pesquisa. Também é um dos pioneiros no tratamento do câncer no Brasil.

Poucos meses depois de iniciarmos o funcionamento, observamos que o serviço começou a crescer. Daí veio a necessidade de uma nova sala para espera dos pacientes, que começavam fluir de outros municípios. O Dr. Paulo Brunoro era o primeiro médico especializado em oncologia a atuar no sul do Espírito Santo, de modo que, com toda a sua competência, logo se tornou a principal referência na área.

Com o crescimento do Serviço de Quimioterapia, Dr. Paulo Brunoro nos trouxe uma nova demanda: o desejo de ter em Cachoeiro de Itapemirim um serviço completo, com radioterapia. Assim, ele mesmo se encarregou de trazer a única equipe de especialistas de nosso estado, na época, para conhecer o HECI e opinar sobre o espaço que destinaríamos para a instalação de um acelerador linear – Um desafio enorme!

É fato que aquela equipe achou o espaço alocado para a instalação de um bunker insuficiente e não se interessou em montar o serviço. Certamente para eles, era mais fácil que os pacientes da região continuassem a se deslocar para Vitória e outros centros em busca de tratamento. Mas, também é fato que hoje no mesmo local, encontram-se instalados dois bunkers com dois aceleradores lineares e um aparelho de braquiterapia.

Então, logo depois da chegada do cirurgião oncológico Dr. Anderson Zerbone, já nos anos derradeiros do último século, decidimos por conhecer o serviço de Itaperuna – RJ. E para lá fomos, Dr. Paulo Brunoro, Dr. Anderson e eu, onde conhecemos o Dr. Paulo César Canary, médico radioterapeuta, professor da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

O entusiasmo dele por nossa iniciativa se mostrou enorme e não demorou a recebermos sua visita, acompanhado do renomado doutor em física médica, Dr. Carlos Eduardo Veloso de Almeida, também professor da UFRJ, para conhecer nossas instalações. Por conseguinte, o Conselho Deliberativo do HECI, sob a presidência do saudoso Dr. José Affonso Coelho, aprovava a realização do projeto e o início de uma importante parceria.

Foi no dia 30 de abril de 2000, quando o novo século ainda despertava, que na presença de várias autoridades e de representantes dos segmentos mais importantes de nossa cidade inauguramos o primeiro serviço de radioterapia do Espírito Santo fora da capital. Não há dúvida de que naquele instante Dr. Paulo Brunoro via realizar um sonho.

Pouco tempo depois, com a chegada de Dr. José Zago Pulido e de Dra. Sabina Aleixo (médicos oncologistas clínicos), o Serviço de Oncologia do HECI estava consolidado como um serviço de oncologia completo. E foi orgulhoso demais para toda equipe escutar de um auditor do Ministério da Saúde (MS), após a auditagem de todas as atividades e rotinas, de que tínhamos aqui “um dos melhores serviços do Brasil”, por suas palavras.

Quando os homens acreditam nos seus sonhos, eles se realizam. Hoje é inconteste, portanto, que por tais iniciativas hoje constituímos um importante polo de saúde. Tudo isto tem a marca do HECI e de seu Corpo Clínico. Ficará gravada em nossas memórias, portanto, a importância de Dr. Paulo Brunoro para o desenvolvimento do setor da saúde de nossa região. Na verdade ele é um pioneiro que por justiça jamais poderá ser esquecido.

 

 



Editora da revista Viver!, uma das mais importantes revistas de saúde do país. A publicação Sul capixaba circula mensalmente há mais de 17 anos.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *