Homenagem aos profissionais da linha de frente da Covid-19

151

Enquanto grande parte da população mundial fica em suas casas em isolamento social – com o objetivo nobre de proteger a si e ao próximo, eles acordam todas as manhãs, vestem seu jaleco e vão para o hospital a fim de enfrentar um inimigo invisível e poderoso. São médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, fisioterapeutas hospitalares e outros profissionais da saúde que atuam corajosamente na linha de frente diante da pandemia do novo Coronavírus.

O Superintendente do Hospital Evangélico de Cachoeiro de Itapemirim Wagner Medeiros relata que ao longo de muitos anos, o HECI tem trabalhado para atender cada vez melhor a todos que precisam dos serviços oferecidos. Com uma ideologia que se baseia sempre na qualidade e eficiência, o hospital firma-se a cada ano no mercado como o gigante da medicina, referência em cardiologia, oncologia e maternidade de alto risco.

“Neste momento de pandemia, o HECI não tem medido esforços para manter a maior quantidade de serviços em funcionamento, pois a saúde não pode parar. E para que isso tudo fosse possível, conta com uma excelente equipe de profissionais, médicos, enfermeiros, técnicos em enfermagem, psicólogos, nutricionistas, assistentes sociais, farmacêuticos, fisioterapeutas, radiologistas, auxiliares de serviços gerais, recepcionistas, entre tantos outros que dão duro na linha de frente, trabalhando pela valorização da vida”, declara o superintendente. “A eles, que estão sempre aqui, cuidando de todos nós, este muito obrigado especial!”, completa.
Winston Roberto Machado, presidente do Hospital Infantil Francisco de Assis (HIFA), afirma que os profissionais da área de saúde, em um momento tão delicado como este de pandemia do Coronavírus, são os verdadeiros heróis. “São eles que permanecem sempre na linha de frente, aconteça o que acontecer. Eles deixam seus familiares em casa e vão à luta para salvar a vida de terceiros”, expõe.

O presidente do Hifa acrescenta: “E não estamos falando simplesmente de médicos, mas de toda a classe – enfermeiros, técnicos de enfermagem, equipe de higienização, da cozinha e tantos outros. Todos se comprometem a fazer um trabalho de maneira eficiente para que o resultado seja o melhor possível, sempre em prol da melhor assistência aos pacientes. O meu mais sincero agradecimento a cada um deles, que honra o seu compromisso com a saúde e vida de todos aqueles que precisam de cuidados. Muito obrigado!”.

 

Compromisso

HISTÓRICO

Presidente da Delegacia Seccional Sul do CRM no estado fala sobre a atuação histórica dos médicos no enfrentamento à Covid-19

Doutor João Carlos Serafim, Presidente da Delegacia Seccional Sul do CRM/ES, ressalta que os quase 500 mil médicos no Brasil estão comprometidos com a cidadania e a ética ao exercer suas atividades profissionais, dedicando-se todos os dias a defender a saúde da população em diversos lugares. “A profissão médica tem sido requisitada para comandar a frente de batalha contra este inimigo desconhecido e tão poderoso, que está colapsando os sistemas de saúde no mundo e que pode vitimar os próprios membros das equipes de saúde”, explana.

Neste momento, conforme salienta doutor João Carlos, a saúde brasileira depende dos médicos, que farão o diagnóstico dos casos de Coronavírus e encaminharão para internação em Hospitais e em Unidades de Terapia Intensiva (UTIs). “Temos também profissionais médicos envolvidos diretamente em ações de gestão de serviço, de planejamento operacional, no campo da epidemiologia e na implementação de estratégias para o enfrentamento desta pandemia”, diz.

O presidente do CRM sul capixaba enfatiza que os médicos brasileiros, que têm o compromisso histórico com a defesa da saúde e da vida, já aceitaram este desafio e estão liderando o processo de combate à Covid-19. “Esse sentimento cidadão e o comprometimento com o exercício ético e competente da medicina serão fundamentais ao país na superação da crise recém iniciada”, relata.

Referência em Covid-19

A Santa Casa de Misericórdia de Cachoeiro de Itapemirim é um hospital aberto 24 horas. E neste momento de pandemia causada pelo Coronavírus, conforme expressa padre Evaldo Ferreira, superintendente do hospital, toda a equipe está muito empenhada. “O nosso grupo de profissionais conta com um grande número de médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem e profissionais de diversos setores administrativos trabalhando de modo coordenado, a fim de que a população do Sul do Estado seja bem assistida”, garante.

“A Santa Casa, como hospital de referência no atendimento de pacientes com a Covid-19, vem, mais uma vez, reforçar o seu compromisso em oferecer um serviço de qualidade”, afirma o superintendente. “Acreditamos que essa crise vai passar e vamos superá-la juntos. Unidos somos mais fortes”, conclui.

Atuação dos

ENFERMEIROS

Presidente do Coren parabeniza o trabalho corajoso de enfermeiros e técnicos de enfermagem no enfrentamento da pandemia

 A OMS declarou 2020 como o ano Internacional da Enfermagem, chamando a atenção da população mundial para o trabalho realizado por esses bravos profissionais. “A Enfermagem é uma prática social, e através do nosso conhecimento técnico e científico atuamos na promoção, prevenção e reabilitação da saúde humana”, ressalta Andressa Barcellos, presidente do Conselho Regional de Enfermagem do Espírito Santo (Coren-ES).

“Sempre fomos essenciais e determinantes na atenção primária, secundária e terciária à saúde. Agora, somos protagonistas no enfrentamento à pandemia da Covid-19, exercendo cuidados diretos e permanentes aos pacientes com a doença. Por tudo isso, a enfermagem merece ser reconhecida!”, declara a presidente do Coren no estado.



Editora da revista Viver!, uma das mais importantes revistas de saúde do país. A publicação Sul capixaba circula mensalmente há mais de 17 anos.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *