Tosse é motivo de preocupação quando prejudica tarefas diárias

770

A tosse é uma queixa muito comum em períodos de variação climática. Basta a temperatura mudar que ela começa a incomodar. Trata-se de um mecanismo de defesa do corpo, o qual surge quando há algum processo irritativo, alérgico ou inflamatório, a fim de tentar expulsar o agente causador desse mal para o organismo. Irritações das vias aéreas como rinite, crises de sinusite, bronquite, laringite, faringolaringite e traqueíte, além do refluxo laringofaríngeo, podem estar por trás da tosse.

O otorrinolaringologista Alexandre Peçanha Roldi alerta para a importância de se investigar a causa da tosse, não tratando somente esse sintoma em si. “Muitas pessoas têm o costume de tomar apenas um ‘xarope’, na intenção de curar a tosse. Mas é preciso descobrir o motivo da mesma, a fim de se realizar o melhor tratamento e evitar problemas futuros. O diagnóstico é feito com anamnese e exame físico, podendo ser associado a exames complementares, quando necessário”, explana.

Segundo o especialista, a tosse passa a ser motivo de preocupação quando prejudica a realização de atividades diárias e o sono – é um sinal de alerta máximo. “Quando essa tosse se prolonga por mais do que alguns dias, obrigatoriamente tem que ser investigada”, aponta. Além das causas já citadas, alguns tipos de câncer podem provocar a tosse, tais como o câncer de pulmão, de laringe e faringe.

Falando sobre prevenção, doutor Alexandre menciona a importância de evitar ambientes aglomerados, que especialmente nessa época do ano podem favorecer os quadros virais. “Outra medida é a hidratação abundante, beba pelo menos dois litros de água por dia. Isso vai aumentar a imunidade, evitando fatores irritativos ou infecciosos”, expressa.

A alimentação adequada, evitando alimentos pesados e gordurosos e excessos, também é de grande valia. Além disso, quem sofre de rinite e outras comorbidades deve procurar um especialista para realizar um tratamento profilático. “Não espere o surgimento de uma crise para procurar o otorrino, previna-se”, orienta doutor Alexandre.

Foto: Jonathan Lessa



Editora da revista Viver!, uma das mais importantes revistas de saúde do país. A publicação Sul capixaba circula mensalmente há mais de 17 anos.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *