A importância da comunicação humana durante todas as fases da vida

168

Renata Bandeira – Foto por Erika Medeiros

A comunicação humana é a função neurológica mais complexa que o sistema nervoso pode processar. Pois é o responsável pelo seu desenvolvimento, aperfeiçoamento, pelos possíveis distúrbios e pelas dificuldades que ela pode apresentar. Porque está diretamente relacionada aos aspectos que envolvem a função da linguagem (oral e escrita), a fala, a fluência, a voz, as funções estomatognáticas (mastigação, deglutição, fala e respiração), a função auditiva (periférica e central), a função vestibular e a função cognitiva.

“Se fazer entender, ouvir, falar, comer e procurar manter-se independente são desafios que enfrentamos no dia-a-dia e em qualquer idade”, argumenta a fonoaudióloga Renata Bandeira, da clínica Fonocenter. “E não nos damos conta disso até que sejamos surpreendidos por alguma dificuldade ou impossibilidade de realizar bem estas ações tão comuns”, completa.

A profissional ressalta a importância de ficarmos atentos a qualquer possível alteração em uma destas áreas. E buscarmos uma avaliação fonoaudiológica. “Desde as questões relacionadas à fala, respiração e alimentação das crianças até as dificuldades com aprendizagem na primeira infância e na adolescência. E também as alterações no adulto e no idoso que comprometem o ato de mastigar, engolir, respirar, falar e se comunicar como um todo”, enfatiza.

 

Atuação ampla

Atualmente, existem 11 especialidades reconhecidas pelo Conselho Federal de

Fonoaudiologia. Saiba quais são e suas funções:

  • Audiologia – Preza pela saúde auditiva;
  • Linguagem – Trabalha com os aspectos envolvidos na

comunicação oral e escrita;

  • Motricidade – Lida com problemas relacionados à respiração, sucção, mastigação, expressão facial, deglutição e articulação da fala;
  • Saúde Coletiva – O profissional pode intervir nas políticas públicas,

bem como atuar na atenção à saúde;

  • Voz – Previne, avalia e trata os problemas relacionados à voz falada (disfonias), cantada (distonias), bem como aperfeiçoa os padrões vocais;
  • Disfagia (alteração da deglutição) – Na equipe multidisciplinar, o fonoaudiólogo é o responsável pelo diagnóstico e intervenção;
  • Fonoaudiologia Educacional – Promoção, aprimoramento e prevenção de alterações relacionadas à audição, linguagem (oral e escrita), motricidade oral e voz;
  • Gerontologia – Promoção da saúde do idoso;
  • Fonoaudiologia Neurofuncional – Realiza avaliação, diagnóstico, prognóstico, habilitação e reabilitação fonoaudiológicos de pessoas em diferentes ciclos de vida com alterações neurofuncionais;
  • Fonoaudiologia do Trabalho – Preza pela qualidade de vida no ambiente profissional;
  • Neuropsicologia – Prevenir, avaliar, tratar e gerenciar os distúrbios que afetam a comunicação humana.

 

A Fonocenter – Fonoaudiologia Avançada está localizada na rua 25 de março, 33, 6º andar, sala 612/613 – Shopping Cachoeiro. Telefones: (28) 3521-7537/3036-3779 e Whatsapp (28) 99950-1140.



Jessica Castelo

Editora da revista Viver!, uma das mais importantes revistas de saúde do país. A publicação Sul capixaba circula mensalmente há mais de 17 anos.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *