“Azul o ano todo” completa um ano com mais de 1.000 atendimentos

81

Os doutores Bruno Resende, Guilherme Abib, Edson Barros e Hernane Schwartz

Foto por Studio R5

 

 

 

Segundo câncer mais comum entre os homens, o câncer de próstata apresenta mais de 60.000 novos casos e cerca de 13.000 mortes por ano – revelam dados do INCA. Um fato preocupante, conforme salienta o urologista Hernane Schwartz, é que a vergonha e o preconceito ainda impedem muitos homens de buscarem um diagnóstico precoce, que é essencial para a cura da doença.

Visando chamar a atenção da população masculina para a importância da prevenção e exames de detecção do câncer de próstata e outras patologias que atingem o sexo masculino, foi criada há alguns anos a campanha mundial Novembro Azul. Desenvolvido a partir do Novembro Azul, surgiu no ano passado o projeto “Azul o ano todo”. Doutor Hernane, precursor do projeto, explica que o intuito do mesmo é continuar com atividades de promoção à saúde do homem fora do mês de novembro. Afinal, a saúde deve ser lembrada durante todo o ano. Contando com o apoio dos doutores Bruno Resende, Guilherme Abib e Edson Barros, além de outros colaboradores, o programa já ultrapassa 1.000 atendimentos gratuitos, tratando o câncer de próstata e promovendo a socialização de jovens.

“Trata-se de um projeto sem fins lucrativos que possui três pilares principais: o Novembro Azul, a inclusão social e promoção da saúde através do futebol de areia e a conscientização através de palestras e reportagens”, revela doutor Hernane. “Durante o mês de novembro fazemos eventos beneficentes, atendimentos voluntários e torneios de futebol e futevôlei. Junto com jogadores da Seleção Brasileira de futebol de areia, como Bruno Xavier e Mão, desenvolvemos um projeto de inclusão social que já beneficia cerca de 150 jovens”, aponta.

Vale ressaltar que o projeto vem revelando jogadores, que já foram, inclusive, jogar em times europeus e convocados para a Seleção Brasileira Sub-20. Esse ano, dois dos jogadores foram para a equipe principal. Contemplando três núcleos – Anchieta, Cachoeiro e Guarapari – e planejando novos, o projeto conta com toda a estrutura necessária para deixar a bola rolar e visa participar de torneios nacionais e internacionais.

Ainda segundo o urologista, a cada ano que se passa pode-se observar maior procura e adesão da população masculina à campanha e sua preocupação em realizar seus exames de rotina, mostrando maior esclarecimento e preocupação com o assunto. “Nossos eventos estão a cada dia mais procurados e a repercussão vem aumentando”, comemora o médico, acrescentando: “Pretendemos incluir psicólogos e assistentes sociais nos centros de treinamento para fazer uma ligação entre o projeto, os pais e a escola”. Para saber mais sobre o projeto, siga o Instagram @azuloanotodo.

 

Os números

  • Cerca de 1.000 atendimentos gratuitos realizados;
  • 4 homens diagnosticados com câncer de próstata e 1 com câncer de rim no decorrer destes anos de campanha. Os pacientes foram devidamente tratados e acompanhados em sua evolução;
  • Além desses, outros foram encaminhados para tratar outros problemas;
  • Cerca de 300 atendimentos realizados em 2019;
  • 150 jovens beneficiados no projeto de inclusão social;
  • 3 núcleos de futebol de areia;
  • Mais de 50 pessoas envolvidas em parcerias;
  • 04 palestras em empresas para esse novembro. Além de show e sorteios beneficentes, bem como as tradicionais partidas de futebol de campo, futebol de areia e futevôlei.

Telefone para contato: (28) 3036-1467. Acompanhe “Azul o ano todo” no Facebook: https://www.facebook.com/azuloanotodo/ e Instagram: @azuloanotodo.

 

 



Editora da revista Viver!, uma das mais importantes revistas de saúde do país. A publicação Sul capixaba circula mensalmente há mais de 17 anos.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *