Conheça o trabalho realizado pela UTI do Hifa em Cachoeiro

52

Em pleno funcionamento desde junho de 2020, a UTI do Hospital Materno Infantil Francisco Infantil foi planejada como parte do esforço da instituição em atender às demandas e necessidades da nossa população neste período de sobrecarga do sistema de saúde. De lá para cá, importantes melhorias foram feitas, beneficiando às gestantes, puérperas e bebês atendidos pela unidade.

De acordo com doutor Rafael Rocha Gomes, médico nefrologista, intensivista e coordenador da UTI do Hifa, algumas conquistas que se destacam na unidade são a melhor estruturação do serviço de hemodiálise para pacientes em terapia intensiva, bem como o serviço de cirurgia geral do hospital, visando também o atendimento das demandas da unidade. “Com isso, garantimos maior segurança e integralidade no atendimento”, aponta.

O especialista explica que a unidade geral é dedicada ao atendimento das mais variadas demandas no âmbito da terapia intensiva. “Como estamos inseridos em um hospital materno infantil, a ênfase deve ser dada ao atendimento às gestantes e puérperas que necessitem de cuidados intensivos. Neste contexto, a presença da UTI dentro do nosso hospital confere às gestantes e seus familiares maior segurança e tranquilidade durante todo o atendimento”, explana.

Doutor Rafael ressalta que por se tratar de uma equipe de rotina composta por nefrologistas e intensivistas, também tem sido dado destaque ao manejo de pacientes dialíticos na unidade, seja no contexto de injúria renal aguda ou de paciente renais crônicos demandando atendimento intensivo.

“Desde o início da criação da unidade, já foram internados mais de 100 pacientes sob nossos cuidados e conseguimos atender na totalidade à demanda de cuidados intensivos das puérperas e gestantes de nossa instituição, garantindo assim segurança e tranquilidade às gestantes, familiares e a toda a equipe envolvida no atendimento”, enfatiza o médico.

Falando sobre a equipe da UTI do Hifa, o especialista conta que é formada por médicos com experiência e atuação em terapia intensiva, bem como enfermeiros, técnicos em enfermagem, fisioterapeutas, psicólogos, nutricionistas, fonoaudiólogos e assistentes sociais – todos dedicados ao bem estar dos pacientes. “Devemos lembrar também de toda a equipe de apoio composta por profissionais de limpeza e higienização, radiologia, laboratório, secretárias e toda a equipe administrativa”, acrescenta.

Conforme salienta doutor Rafael, o Hospital Infantil Francisco de Assis conta ainda com UTI neonatal, composta por uma equipe preparada para o atendimento das demandas dos recém nascidos. “Tudo isso aliado à expertise e experiência do HIFA na humanização e segurança do atendimento em saúde, garante a melhor qualidade, segurança e tranquilidade tanto no atendimento à gestante quanto ao recém-nascido”, fnaliza.

 

Os números

  • Entre o dia 28 de maio de 2020 (quando iniciou seu funcionamento) e 10 de fevereiro de 2021, a unidade teve 106 internações;
  • A permanência média dos pacientes na UTI é de 15 dias;
  • As principais causas de internação de mulheres atendidas pela UTI são: hipertensão gestacional, eclampsia ou pré-eclampsia e hemorragia puerperal.

Suporte essencial

Dra. Rosely Freixo

“Apesar de sermos uma maternidade de baixo risco, costumamos dizer que a obstetrícia é uma caixinha de surpresas. Ter uma UTI dentro do HIFA só veio a somar, pois deu mais segurança às gestantes e também para nós profissionais. Caso a gestante tenha alguma complicação ou chegue ao nosso hospital com um quadro de eclampsia ou de descolamento de placenta, por exemplo, que requer um acompanhamento intensivo de saúde, tendo a UTI dentro da nossa unidade diminui esse tempo de espera para o atendimento adequado, assim como o risco para as gestantes. Então a UTI só veio a somar e a proporcionar um suporte maior e mais segurança. Com a UTI adulto e neonatal é possível cuidar e acolher de forma adequada o binômio mãe e filho.” – Dra. Rosely Freixo, médica Coordenadora da Maternidade do HIFA

 

Mais segurança

Imagem ilustrativa

Após o nascimento do pequeno Ryan Luca no dia 27 de janeiro, a mamãe Ryelen Paulo Ramos, 30 anos, apresentou complicações pós-parto e precisou ser atendida na UTI do Hifa. “Eu tive uma hemorragia interna após o nascimento do Ryan e fui prontamente atendida e acolhida por toda a equipe. Sem dúvidas me senti mais segura por ter a UTI para que eu tivesse o atendimento que precisava durante os sete dias em que fiquei internada. É claro que fiquei mais tranquila por saber que o meu bebê estava no mesmo hospital e que a minha cunhada pode ficar com ele enquanto eu estava na UTI”, contou a moradora da Cachoeiro de Itapemirim.

 

O Hospital Materno Infantil Francisco de Assis está localizado na Rua Coronel Guardia, 100, Centro – Cachoeiro de Itapemirim. Contatos: (28) 2101-5656/ 2101-5604. E-mail: hifa@hifa.org.br. Site: hifa.org.br.



Jessica Castelo

Editora da revista Viver!, uma das mais importantes revistas de saúde do país. A publicação Sul capixaba circula mensalmente há mais de 17 anos.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *