Diretora de escola particular fala sobre a volta às aulas em 2021

23

Lucília Simões Hora, diretora do Celp

Em decorrência da pandemia, o ano letivo de 2020 foi um período delicado e que gerou a necessidade de muitas mudanças e adaptações. Iniciou-se um novo cenário na educação, no qual o ensino on-line predominou por alguns meses e o ensino híbrido, mais ao final do ano, se tornou uma realidade para muitos alunos.

Agora, um novo ano se inicia e com eles novas expectativas. No Centro de Ensino Lauro Pinheiro (Celp), a previsão é de manutenção das aulas presenciais e remotas e o revezamento de alunos. De acordo com a diretora da Instituição Lucília Simões Hora, tudo irá depender de uma série de critérios, como o número de estudantes por turma e a estrutura física da sala do estabelecimento como um todo.

“Se antes havia muitas dúvidas quanto a se devíamos reabrir as escolas, hoje muitos pais, educadores, gestores e profissionais da saúde já manifestaram seu apoio ao retorno às aulas presenciais, pelo bem dos alunos”, relata Lucília. “Como educadores sabemos que a ausência da volta às aulas ocasionaria um impacto emocional nos alunos, na aprendizagem, no abandono escolar e no aumento da desigualdade”, diz.

A diretora ressalta que o Celp se preparou minuciosamente para receber os alunos nesse retorno. “O requisito mais valorizado pelas famílias, quando buscam uma escola, é o cuidado que os profissionais têm com a educação de seus filhos, onde podemos encontrar um ponto de equilíbrio entre o pedido dos pais, uma atuação mais personalizada por parte das famílias e o caráter coletivo inerente à essência da Escola Celp”, afirma.

Ainda segundo a gestora, quando os pais escolhem uma escola para seus filhos, o fator humano é aquele que mais pesa, sendo o fator fundamental. “A escola Celp presa pela parceria família e escola, tentando alinhar com a equipe uma visão institucional. Estudamos a influência de uma pedagogia em que os pais e alunos são o coração da escola”, argumenta.

Ano novo é sinônimo de renovação das esperanças. Por isso, a mensagem da diretora para os pais e alunos nesse novo ano letivo é: “É tempo de transformar as nossas energias em algo vibrante e poderoso que pode influenciar vidas e interceptar caminhos. É tempo de inaugurar tudo de melhor que construímos em cada um e colocar em prática todos os sonhos e planos”.

Lucília Simões Hora conclui: “Que esse ano seja período de bênçãos e muitas felicidades para você e sua família, que estão bem ao alcance das nossas mãos. Vamos juntos por mais uma jornada, afinal, o nosso caminho só faz sentido se for junto com o seu, pelo propósito de impactar vidas através da educação!”.

 

Inteligência emocional

A Escola Celp se preocupa com a formação dos alunos, não só através de conteúdos. A instituição visa trabalhar com a inteligência emocional dos mesmos, na qual eles são os protagonistas da sua própria história, levando ao legado de suas ações.

“Você não pode mudar o que sente, mas pode aprender o que fazer com seus sentimentos”, reflete a diretora. “O Laboratório da Inteligência Emocional traz um ótimo retorno das famílias, sendo uma ferramenta que ajuda o professor a estruturar o trabalho com os sentimentos na Escola”, conclui.



Jessica Castelo

Editora da revista Viver!, uma das mais importantes revistas de saúde do país. A publicação Sul capixaba circula mensalmente há mais de 17 anos.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *