Estudante de farmácia perde 20 quilos com reeducação alimentar

334

Mariana Stéphany Almeida Papaceni, 19, acadêmica de farmácia
Má alimentação, sedentarismo e falta de cuidado comigo mesmo foi o que me levou à obesidade com 17 anos. Eu me sentia péssima com toda a situação, não podia comprar a roupa que eu queria, tinha que ser a que servia e pronto. Muitas vezes chorava por isso, tentava me consolar na comida e me escondia por baixo de roupas largas.

Com isso, minha mãe e meu noivo começaram a se preocupar também com minha saúde, então procurei a doutora Bianca Puppin (endocrinologista), que me passou uma bateria de exames. Descobri que estava pré-diabética, hipertensa e com taxas de colesterol e triglicerídeos todos altíssimos. Também descobri nódulos na tireoide. Foi onde comecei a me preocupar realmente com minha saúde e temer pelo pior.

Aconselhada a procurar uma nutricionista e iniciar uma atividade física, pois eu era totalmente sedentária, fui indicada à Rafaela Donadeli (nutricionista), que com todo carinho e cuidado devido aos problemas já descobertos, me passou um programa alimentar sem restrições ou produtos de difícil acesso; foi quando começou minha paixão pela musculação e corrida.

Minha maior dificuldade foi com o controle da ansiedade e com a mudança de hábitos repentina, pois eu era aquele tipo de pessoa que comia um x-bacon e um refrigerante todos os dias na faculdade. No entanto, isso não foi um empecilho, a minha força de vontade e querer sempre foi maior.

A atividade física é essencial, tive o apoio da personal Lorenna Jovanholi, da academia da minha cidade, que sempre planejou um treino que ajudasse na minha perda de gordura e ganho de massa muscular com saúde. Iniciei meu processo com 87 quilos em julho de 2017 usando manequim 48 e em fevereiro de 2018 estava com 67 quilos. Atualmente mantenho esse peso na balança e usando manequim 38, continuo com o acompanhamento nutricional e estou com as taxas sanguíneas normais e com grande diminuição dos nódulos da tireoide.

Hoje sou uma pessoa realizada, feliz e grata por tudo que venci. Eu me amo cada dia mais, minha autoestima está cada vez maior. Para as pessoas que lutam contra a balança minha dica é: jamais desista, quando se sentir fraco, lembre-se o que te fez começar! Você é capaz!

Altura: 1,57 m

Peso anterior: 87,7 kg

Peso atual: 67 kg

Perda total: 20,7 kg

O que diz a especialista

“Mariana realizou uma dieta Low Carb, associada à atividade física aeróbica e musculação. Utilizou suplemento alimentar para corrigir deficiências de nutrientes e ainda utiliza fitoterápicos acelerando a quebra de gordura e a ansiedade. Porém, o fator primordial para a perda de peso foi a associação da sua dedicação, determinação e organização, pois a paciente mantém consolidando novos hábitos e organizando sua rotina, levando todos seus lanches e refeições conforme orientação nutricional”.

– Rafaela Donadeli Resende, nutricionista clínica e esportiva.

Foto: Erika Medeiros



A revista Viver! é publicada mensalmente há mais de 17 anos com circulação no Espírito Santo. Trata-se de uma das mais importantes revistas de saúde do Brasil, com centenas de especialistas em prol do dilema "Informação que faz bem".


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *