Exercícios em casa são solução no período de isolamento social

71

O isolamento social em decorrência da pandemia de Covid-19 obrigou a todos a realizar muitas adaptações na rotina diária. E algo que merece um espaço nessa rotina é a atividade física. Conforme destaca o fisioterapeuta e educador físico Alex Rodrigues, o alongamento diário é importante porque o estresse do dia-a-dia pode atuar em nossa mente promovendo tensões musculares. Com isso, surgem as dores articulares e musculares. “A prática do alongamento deve ser realizada ao acordar e durante outras horas do dia”, expõe.

Por conta da quarentena, quem frequentava a academia ou praticava caminhadas e corridas ao ar livre precisou adaptar seu treino. Além disso, muitos que ainda não tinham esse hábito também estão aderindo à prática de atividade física. “Com a internet temos inúmeras rotinas de exercícios para afastarmos a poeira”, relata o profissional, ressaltando que ficar de dez a quinze dias sem executar nenhum treinamento promove uma redução considerável na força e volume muscular.

Criatividade e improviso não faltam quando o assunto é treino em casa. Segundo o educador físico e fisioterapeuta, pode-se usar escadas, baldes com água, garrafas pets com água ou areia e embalagens de alimentos como peso. Apesar de os resultados não serem os mesmos promovidos por atividades como musculação e Crossfit realizados na academia/box, os benefícios são garantidos. O importante é não ficar parado.

“Um longo período de inatividade pode levar ao aumento do colesterol, osteoporose nos idosos, além de hipertensão, encurtamento muscular e diminuição da força”, revela doutor Alex. “O exercício físico é um forte aliado na prevenção de dores articulares nos idosos e até em alguns jovens. E não podemos nos esquecer da parte emocional, pois a ansiedade pode levar a inúmeras alterações metabólicas, entre outros problemas”, expressa o profissional, acrescentando que para os diabéticos, se exercitar e se alimentar de forma adequada são medidas essenciais para evitar o aumento da glicose.

 

Equilíbrio físico e mental

Muito se fala na importância de uma boa imunidade no combate ao Coronavírus. Para ter uma boa defesa, você precisa ter uma rotina de boa alimentação, boa noite de sono, exercícios físicos equilibrados e programados (na medida certa, sem excessos). “Isso fará com que seu corpo esteja em alerta para toda e qualquer agressão que o afete”, revela doutor Alex.

O profissional explica que após alguns dias de treinamento o corpo começa a sofrer alterações que nem sempre percebemos. Entre elas, a produção de certas enzimas (endorfina e dopamina), que vão melhorar nossas sensações e emoções. “Sendo assim, uma pessoa em pleno equilíbrio emocional e físico pode ser forte o suficiente para encarar várias doenças, inclusive o Coronavírus”, argumenta.

Foto por Jonathan Lessa



Jessica Castelo

Editora da revista Viver!, uma das mais importantes revistas de saúde do país. A publicação Sul capixaba circula mensalmente há mais de 17 anos.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *