Mulheres estão mais suscetíveis a certas doenças oculares. Confira os cuidados

282

O oftalmologista Eduardo Abib – Foto por Erika Medeiros

Manter uma boa saúde ocular deve fazer parte da vida de homens e mulheres. Sabemos que as mulheres passam por diversas transformações o tempo todo, em todas as fases da vida: alterações hormonais, gravidez, menopausa, além da maior expectativa de vida. “Com o envelhecimento natural, os olhos ficam mais suscetíveis às doenças como a catarata, DMRI (Degeneração Macular Relacionada à Idade) e a Retinopatia Diabética. Mas nunca devemos esquecer que devem ser levados em consideração os fatores de risco e hereditariedade”, revela o oftalmologista Eduardo Abib, da clínica Cemes.

Alterações na gravidez

De acordo com doutor Eduardo, durante a gestação o cuidado com a saúde ocular deve ser redobrado, já que neste período, as alterações no organismo deixam os olhos mais vulneráveis. “É muito comum as gestantes apresentarem visão embaçada e oscilações do grau dos óculos. Por isso, exames oftalmológicos devem ser realizados junto com o pré-natal, para prevenir a pré-eclâmpsia e o diabetes gestacional, que aumentam a pressão arterial e podem trazer sequelas à visão”, aponta.

Alterações na menopausa

Nesse período há queda na produção do estrogênio. A falta deste hormônio, conforme elucida o especialista, pode causar alterações no filme lacrimal, levando ao quadro de olho seco. As chances de desenvolvimento de catarata também aumentam nessa fase. “A menopausa também pode afetar a saúde ocular das mulheres através do surgimento da DMRI, que causa a perda gradual da visão central em pessoas acima de 50 anos. Se não tratada adequadamente, pode levar à perda da visão definitiva”, alerta.

O médico ressalta que independentemente da idade, mulheres com Diabetes, Hipertensão, Doenças Reumatológicas como Artrite Reumatóide, Lupus, e qualquer sintoma como ardência ocular diária, fotofobia, redução visual e olho vermelho devem procurar seu oftalmologista para uma avaliação.

Checklist da saúde ocular

  • Fazer um check-up ao menos uma vez ao ano;
  • Uso de óculos escuros com proteção UV;
  • Não compartilhar maquiagem;
  • Evitar ao máximo coçar os olhos;
  • Remover toda a maquiagem antes de dormir;
  • Não fumar;
  • Usar lubrificante ocular;
  • Manter uma alimentação saudável e ingerir bastante líquido.


Editora da revista Viver!, uma das mais importantes revistas de saúde do país. A publicação Sul capixaba circula mensalmente há mais de 17 anos.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *